3 dicas inéditas e exclusivas da Moldurarte para você.

O seu sucesso está aqui. Quer saber como emoldurar e transformar a vida dos seus clientes? Em primeiro lugar, não é novidade que os quadros agregam vida para o décor, valorizam momentos especiais e espalham recordações por toda a parte. Você emoldura sonhos, por isso, é fundamental que a sua molduraria ofereça um produto final impecável. Nós sabemos que você tem inúmeras dúvidas sobre o processo de emoldurar. Fique de olho nas dicas que a Moldurarte separou para você.

É fundamental que a sua molduraria ofereça um produto final impecável.

Hoje vamos focar aqui, em três dúvidas que recebemos frequentemente, mas é importante que você não se esqueça de enviar outros desafios que impendem você de crescer ou ter uma alta produtividade, ok? Estamos aqui para ajudar. #JuntosSomosMaisFortes

# Dica 1Foam ou MDF? Detalhe que faz a diferença

Essa é a sua dúvida cruel? Então, vamos explicar a diferença entre Foam e MDF. Além de ser 80% mais leve que o MDF ou Eucatex, o Foam tem toda facilidade de corte que pode ser feito apenas com um estilete. Já o MDF, é preciso ter toda uma estrutura específica para o corte que envolverá serra, funcionários, espaço físico e, principalmente, muita poeira! Lembrando que a Moldurarte disponibiliza também o Foam adesivo, que após a remoção do liner, possibilita colar a gravura ou foto diretamente nele, sem a necessidade de aplicação de cola.

Um dos grandes diferenciais é que o Foam da Moldurarte possui pH neutro livre de ácido e produtos tóxicos, resistência contra a umidade, mantém seu nivelamento por um longo período de tempo, mesmo em ambientes úmidos, ou seja: estes diferenciais, garantem uma maior durabilidade para a sua obra. Observando todos os benefícios podemos concordar que o custo benefício para sua molduraria será notável.

O Foam é mais prático, leve e resistente.

# Dica 2Molduras com os cantos abertos, e agora?

Se você sempre sofre com os cantos abertos na hora de grampear, vamos simplificar algumas possibilidades. Em primeiro lugar, você precisa verificar a manutenção do seu equipamento. Está em ordem? Um grande causador de problemas na hora de grampear a moldura, é na serra ou o desnivelamento na hora do corte. Além disso, outro grande causador é o tipo de grampo usado, você precisa avaliar se está usando o grampo correto para cada tipo de madeira. O grampo para madeira mais densa (dura) é o HW (hard wood), entendem-se como madeiras mais densa, o pinus e o eucalipto entre outras. Para madeira menos densa (mole) é o recomenda-se o grampo SW (soft wood) que é indicado para o marupá ou caixeta.

# Dica 3O terror dos insetos

Quando a madeira chega no pátio da Moldurarte, ela já recebeu um banho de inseticida por emersão lá na origem (serraria). Assim, no processo de secagem, com as altas temperaturas é eliminado todo inseto, que pode estar dentro das madeiras, garantindo desta forma o tratamento da madeira. O inseticida protege a entrada nos insetos na madeira e o tratamento térmico (estufas) elimina qualquer inseto que esteja dentro da madeira. Portanto, o inseticida age por um determinado tempo (em torno de 6 meses), decorrido este tempo, é necessária uma manutenção para continuidade da prevenção. É como quando aplicamos um repelente em nossa pele para nos proteger de insetos, de tempo em tempo precisamos reaplicar para garantir a sua eficácia.

Conte sempre com a Moldurarte! Boas vendas.

0 0 vote
Article Rating


Inscrever-se
Notificar para
guest
2 Comentários
antigos
novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo Chaves
Rodrigo Chaves
15 dias atrás

Ótimas dicas.

2
0
Por favor comente.x
()
x